Primeiros passos para o empreendedorismo social

By Wando 2 anos agoNo Comments
Home  /  + Conhecimento  /  Primeiros passos para o empreendedorismo social

Primeiros passos para o empreendedorismo social. Os empreendedores sociais são pessoas que possuem soluções com inovação para diversos problemas presentes na sociedade. Eles são ambiciosos, persistentes e enfrentam grandes questões sociais, propondo novos ideais para mudança em grandes escalas.

Ao invés de desprezarem as necessidades da sociedade para os setores públicos ou setores privados, os empreendedores sociais fazem a identificação do que está ou não funcionando, e resolvem os problemas com uma mudança no sistema, disseminam as soluções e persuadem toda a sociedade a seguirem um novo rumo.

Por vezes, os empreendedores sociais parecem estar possuídos por seus ideais e dedicam suas vidas a mudarem a orientação de seus setores. Eles são, em simultaneidade, bastante visionários e realistas, e se preocupam em aplicar as práticas de suas visões, acima de qualquer coisa.

Cada empreendedor social apresenta ideias bastante simples, bem compreensíveis e bastante éticas, tentando ter um apoio generalizado, para maximizar o número de pessoas e locais que podem dar um apoio, adotar e programar suas ideias. Em outras palavras, cada empreendedor social torna-se um recruta em massa de changemakers em locais, ou seja, ele é um modelo que demonstra que as pessoas que captam sua energia para as ações podem fazer qualquer coisa.

Nas últimas décadas, os setores sociais descobriram o que os setores privados já sabiam faz muito tempo: Não existe nada tão poderoso como ideias novas nas mãos de um empreendedor eficiente.

Exemplo de empreendedor social

empreendedorismo socialGerando Falcões

Iniciativa de Eduardo Lyra, jovem nascido na periferia de São Paulo, que resolveu se dedicar a melhorar a vida de crianças que passam pelas mesmas dificuldades que enfrentou na infância. Cerca de 30 mil estudantes têm sido impactados pelas ações do projeto, que tem como meta central promover o protagonismo dos jovens e fortalecê-los enquanto motores da transformação da sociedade.

 www.jovensfalcoes.com.br

Eduardo Lyra tem 25 anos. Estudou jornalismo e descobriu que pode mudar o mundo escrevendo histórias inspiradoras. Ainda na faculdade, foi considerado repórter revelação pelo Instituto Itaú Cultural. Esteve por duas semanas entre os mais vistos do Youtube, alcançando mais de 1 milhão de visualizações.

Também faz parte do Global Shapers, desdobramento do Fórum Econômico Mundial que seleciona jovens líderes excepcionais, com menos de 30 anos, que possuem potencial para mudar o mundo.

Fundou o projeto Gerando Falcões, onde atua nas escolas públicas do País, provando ao jovem pobre que todos, independente de condição social, histórico familiar, podem ser falcões. Com suas palestras, também tem levado criatividade e paixão às empresas brasileiras.

Primeiros passos para o empreendedorismo social

Os empreendedores sociais possuem características parecidas com os empreendedores de negócios. A diferença é que os empreendedores sociais tem uma missão social, onde o objetivo final não é a de gerar lucro, mas de trazer um impacto social. Eles são os grandes agentes de transformação em setores sociais, não se contentando em atuar somente em um único local.

Eles são muito visionários, pensando sempre em inspirar as sociedades com suas ideias e pensando em como coloca-las em prática. Eles são bem persistentes e não desistem quando precisam enfrentar um obstáculo.

Eles também são inovadores. Procuram criar novos paradigmas e são pioneiros na questão de fazer novas abordagens.  Isso não quer dizer que eles gerem algo completamente novo. Por vezes, eles transformam ideias que já existem ou utilizam a criatividade para aperfeiçoarem ou reinventarem processos.

Os empreendedores sociais podem ser comparados como empresários, por conta dos métodos que eles utilizam, algumas vezes. Porém, os empreendedores sociais são motivados por objetivos ligados ao social, ao invés de benefícios ligados a coisas materiais. A grande habilidade que eles possuem é a de, com frequência, fazerem coisas a partir do que é pouco, criando maneiras inovadoras de promover o bem estar, saúde, habitação, que são de baixo custo e efetivas, quando são comparadas aos serviços tradicionais do governo.

Por fim, os empreendedores sociais são os executivos nos setores sem fins lucrativos, pois prestam uma atenção melhor nas forças do mercado, sem perder suas missões sociais de vista. São, também, orientados por um propósito: empreender projetos que possam funcionar e que esses projetos sejam disponíveis para as pessoas, tornando-se menos dependentes do governo e de caridades.

Category:
  + Conhecimento
this post was shared 0 times
 000
About

 Wando

  (164 articles)

Eu sou o Wando Nascimento. Estudei Engenharia Ambiental e Civil, hoje estudo Comunicação. Sou Profissional de marketing digital, certificado pelo método 8ps do marketing digital, blogueiro profissional e amante da fotografia.